Antes de Viajar, Apronte a Caixa de Primeiros Socorros

Veja o que levar para se prevenir contra os apuros longe da farmácia

Calça, blusa, biquíni, sapatos, colares, meias: a lista indica que, desta vez, você não esqueceu nada e vai conseguir curtir a viagem de férias sem muitas complicações. Mas existe um item que precisa estar incluso na sua mala de viagem e que, quase sempre, é deixado para trás. A caixinha de primeiros socorros pode garantir muito mais do que férias tranquilas e alegres, é ela uma das responsáveis por deixar sua saúde em ordem.

E se você já enfrentou um dor de cabeça enorme pela falta de um simples remédio durante uma viagem de final de ano, precisa conferir os itens que não podem ficar de fora do seu kit de emergências.

Comece pelos remédios diários

Antes de partir para os curativos e pomadas, lembre-se dos remédios que fazem parte do seu dia-a-dia. Eles devem ser os primeiros a ganharem um espaço na sua caixinha. Nesse grupo entram os anticoncepcionais, remédios para hipertensão, diabetes e outros comprimidos já receitados pelo especialista. E não se esqueça de conferir quantos comprimidos você vai precisar durante a viagem, evitado imprevistos caso eles acabem antes da hora.

Analgésicos

Já pensou em passar parte da sua viagem com um daquelas dores chatas que tiram qualquer um do sério? É por isso que os analgésicos precisam estar presentes na sua caixinha de primeiros socorros. Mas é preciso cuidado na hora de escolher qual colocar na maleta. A opção certa é aquela recomendada pelo seu médico e qualquer idéia de automedicação deve ser excluída do seu repertório. O seu remédio habitual contra enjoo também deve constar na maleta. O exagero nos brindes pode ter consequências desagradáveis e é melhor estar preparado para elas.

Os curativos

Tombos, arranhões e pequenos cortes são comuns durante as viagens. Um curativo feito logo após o machucado evita complicações, como a formação de inchaços e de pus. Para isso, leve com você gaze, esparadrapo, água oxigenada, antisséptico e band-aid.

Cuidados com a pele

Se você está no grupo que não consegue passar uma viagem sem aquelas marcas horríveis de picada de inseto, aposte nos repelentes e nas pomadas que acabam com a coceira (desde que elas tenha sido indicadas pelo seu médico em outra situação parecida). Os protetores solares também não podem faltar na sua bagagem, além de um bom hidratante para acalmar a pele após um dia de curtição no sol.

Crianças

Quem sai com elas precisa estar prevenido. A primeira medida é levar com você os medicamentos que o pediatra costuma recomendar. Mas, notando qualquer reação estranha, não deixe de buscar ajuda médica. Não é recomendável a automedicação em crianças, pois a família não sabe interpretar os sintomas e pode até dar algum
remédio indevido. Um antitérmico pode aliviar uma febre, por exemplo. Mas o remédio não resolve uma infecção, só mascara.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *